ÁSIA: A maioria dos principais mercados asiáticos fecharam em baixa nesta terça-feira, com investidores cautelosos antes do depoimento de dois dias da presidente do Federal Reserve perante o Congresso e Senado que começa nesta terça-feira.

Na Austrália, o ASX 200 fechou 0,09% menor, em 5.755,24 pontos. Uma pesquisa do National Australia Bank mostrou que seu índice de condições de negócios em janeiro atingiu uma alta de nove anos, visto que as empresas reportaram aumento nas vendas e lucros estáveis. As principais mineradoras fecharam sem direção. Os preços do cobre atingiram seus níveis mais altos desde maio de 2015, diante da limitação da oferta depois das greves na mina de Escondida da BHP no Chile e na mina da Freeport McMoran em Grasberg, Indonésia. Rio Tinto (LON:RIO) subiu 0,6%, Fortescue Metals fechou estável, enquanto BHP Billiton caiu 0,91%.

Na China, a inflação subiu pelo quinto mês consecutivo para uma máxima de 2 anos, acima das expectativas, em meio à preços mais altos dos alimentos antes do Ano Novo Lunar. O Índice de Preços ao Consumidor aumentou 2,5% em janeiro em relação ao ano anterior, em comparação com um ganho de 2,1% em dezembro. Os preços ao produtor da China em janeiro subiram pelo quinto mês consecutivo, no rítmo mais rápido desde agosto de 2011. O PPI avançou 6,9%, ante 5,5% de dezembro. O Shanghai Composite fechou em alta de apenas 0,05%, em 3.218,38 pontos, enquanto o Shenzhen Composite manteve-se inalterado em 1.964,32. O índice Hang Seng de Hong Kong recuou 0,03%.

No Japão, o índice Nikkei caiu 1,13% e fechou em 19.238,98 pontos. Mais cedo, o ministro de Finanças do país, Tao Aso, disse que pode levar algum tempo para Tóquio e Washington estabelecerem um quadro de diálogo econômico bilateral. As ações da Toshiba despencaram 8% depois que a companhia disse que não pode dizer quando o relatório de resultados de outubro a dezembro será divulgado. Um jornal econômico local informou que o conglomerado japonês pode não ser capaz de continuar como uma empresa, após perdas maciças no setor nuclear.

O Kospi da Coréia do Sul fechou em queda de 0,2%, enquanto o escândalo político envolvendo a presidente Park Geun-hye se arrasta. O presidente da Samsung, Jay Y. Lee, enfrentou uma acareação na justiça, depois de ter sido questionado por quase toda a segunda-feira em um suposto escândalo de corrupção.

Durante o pregão asiático, os futuros de petróleo recuperaram da queda de 2% durante o pregão americano, após relatos de que os países da Opep estão cumprindo seu plano de congelamento de produção, porém, o aumento da produção em outras partes do globo manteve os preços do petróleo próximo da estabilidade. Na segunda-feira, o petróleo caiu diante de um dólar mais forte e indicações de aumento da produção de xisto nos EUA.

EUROPA: Os mercados europeus operam em ligeira baixa nesta na terça-feira, enquanto os investidores observam uma série de ganhos corporativos.​ O pan europeu Stoxx 600 cai 0,22% com a maioria dos setores movendo-se para baixo.

O banco suíço Credit Suisse anunciou os resultados do quarto trimestre e do ano todo de 2016, no entanto, também anunciou que faria um corte de 6.500 empregos. As ações do banco estavam entre os melhores desempenho com mais de 3% de alta. A empresa francesa de serviços públicos EDF (PA:EDF) disse que seu lucro de 2016 caiu mais de 6% devido a uma redução na produção nuclear e consequentemente suas ações caem mais de 1,5%.

No Reino Unido, o FTSE 100 recua e segue a caminho de interromper um rali de cinco sessões vencedoras. As ações da Rolls-Royce (LON:RR) Holdings caem 3,78%, a maior queda no índice, depois de anunciar perdas de 4 bilhões de libras em 2016. Foi divulgado a inflação para janeiro. O CPI subiu 1,8%, abaixo da expectativa de 1,9% dos analistas, mas acima dos 1.6% de dezembro, ainda abaixo da meta de 2% do Banco de Inglaterra. A libra enfraquece diante do dólar, para $ 1.2575, acima de $ 1.2526 na segunda-feira em New York. Uma libra mais forte espreme os lucros nas multinacionais listadas na FTSE pois geram uma grande parte de seus ganhos no exterior – cerca de 75% da receita para o FTSE vem de fora do Reino Unido. Entre as mineradoras listadas na LSE,Anglo American (LON:AAL) cai 1,5%, Rio Tinto recua 0,8%, enquanto Antofagasta (LON:ANTO) sobe 1,6% e BHP Biliton sobe 0,9%.

EUA: O Dow Jones registrou seu 22o. recorde desde novembro, com alta de 0,7% em 20.412.16 nesta segunda-feira, enquanto o S & P 500 subiu 0,52%, o seu 14o recorde. O índice Nasdaqtambém avançou os mesmos 0,52%, liderado pelos ganhos da Apple, que fechou na maior alta de todos os tempos na segunda-feira em US $ 133,29. Segundo um analista, o foco continua nos mercados de ações dos EUA, com o S & P 500 continua em meio a sólidos ganhos nos setores financeiros, tecnológicos e industriais”, mas que o rali recentemente visto pode reverter a medida que mais detalhes do plano tributário “fenomenal” de Trump sejam divulgados.

Janet Yellen deve enfrentar os congressistas de Washington nesta terça e quarta-feira e é esperado uma enxurrada de perguntas sobre como ela acredita que o Fed irá atuar no novo governo de Trump. Segundo analistas, existe o risco de Yellen advertir sobre a necessidade de uma política monetária mais apertada, caso a política de estímulo fiscal da Trump acarrete pressões sobre os preços em uma economia com um mercado de trabalho espremido.​

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
9h00 – NFIB Small Business Index (índice de otimismo do pequeno empresário);
11h30 – Producer Price Index – PPI (mede o preço cobrado pelos produtores) e também o Core PPI (exceção aos preços de alimentação);
13h00 – Testemunho da Chairwoman do Federal Reserve, Janet Yellen, de dois dias perante Congresso.

ÍNDICES FUTUROS – 7h40:
Dow: -0,06%
SP500: -0,09%
NASDAQ: -0,08%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Mercados operam em stand by, aguardando Yellen perante congresso.