ÁSIA: Mercados chineses avançaram nesta quarta-feira com especulação de novos incentivos a serem anunciados por Pequim para impulsionar o lento mercado imobiliário do país, enquanto outras bolsas fecharam em queda mantendo o sentimento instável, com investidores aguardando incentivos do BCE na quinta-feira, dados laborais dos EUA na sexta-feira e decisão da primeira alta da taxa de juros pelo Federal Reserve agendada no dia 16 de dezembro.

Na China, o Shanghai Composite subiu 2,33%, o índice CSI 300 subiu 1,35%, enquanto o índice Hang Seng de Hong Kong avançou 0,49%. Ações de propriedades tiveram fortes ganhos tanto no continente quanto em Hong Kong. Vanke e Poly Real Estate dispararam até o limite diário de 10%, China Resources Land e Longfor Properties, listadas na Bolsa de Valores de Hong Kong, subiram 2,2 e 2,9%, respectivamente. Corretoras e bancos chineses também avançaram após relatórios de pagamentos de juros dedutíveis. Setor de energia também registraram ganhos, apesar de uma queda nos preços do petróleo.

Em Hong Kong, as ações do HSBC subiram 0,5% e Standard Chartered caiu 0,3%. Ambos os bancos passaram no teste de estresse realizado pelo Banco da Inglaterra para lidar com a crise financeira grave nos mercados chineses e de Hong Kong. Os principais papeis de jogo em Hong Kong subiram, mas as ações da Wynn Macau fechou em baixa de 0,6%. Na terça-feira, Macau informou que as receitas do jogo em novembro caiu 32% no ano para US $ 2,1 bilhões, marcando o 18. mês consecutivo de declínio.

No Japão, o Nikkei não conseguiu segurar a alta do dia anterior e caiu 0,37%, abaixo dos 20.000 pontos. Destaque para ações da Sharp que fecharam 3,17% maior, aparando ganhos da sessão da manhã. Innovation Network Corporation of Japan (INCJ), Fundo apoiado pelo governo japonês disse que estava considerando a compra de uma participação majoritária no conglomerado, de acordo com um relatório do Yomiuri jornal, em um negócio calculado em 200 bilhões de ienes ($ 1.630.000.000) e em um relatório a parte, em um processo de reestruturação, o INCJ pode pedir a renúncia da gerência sênior da problemática empresa de eletrônicos, incluindo seu presidente Kozo Takahashi. Yahoo Japan subiu 2,5% depois que o Wall Street Journal informou que a Yahoo.Inc, estava considerando a venda de seus principais ativos. Toyota fechou 0,8% maior após a montadora melhorar as vendas de automóveis nos EUA.

Na Austrália, o ASX 200 caiu 0,15%, após rali no pregão anterior. O PIB do terceiro trimestre cresceu 2,5%, superando as expectativas de 2,4%, de acordo com uma pesquisa da Reuters. O PIB real cresceu 0,9% no trimestre, também superando as expectativas de 0,8%, com exportações o principal motor de crescimento.

Os dados do PIB impulsionou ações do setor bancário, com os principais bancos fechando no azul, enquanto produtores de recursos tiveram um desempenho misto, com preços de commodities mais baixos. O minério de ferro com entrega imediata no porto de Tianjin da China caiu 2,8% para US $ US41.60 a tonelada, o menor já registrado pelo The Steel Index, desde que começou a registrar os preços em 2008.

Mineradoras de minério de ferro fecharam em queda. Fortescue caiu 1,51%, BC Iron recuou 2,17% e Atlas Iron perdeu 2,5%, bem como as gigantes Rio Tinto e BHP Billiton.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em alta com os investidores aguardando dados de inflação da zona do euro (8h00, horário de Brasilia) e olhando para a decisão da próxima reunião do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira. É esperado que o banco central anuncie novas medidas de estímulo na reunião a fim de impulsionar a inflação e o crescimento.

O pan-europeu Stoxx 600 sobe 0,3% com todos os principais índices em território positivo. O pan índice segue a caminho para o seu maior fechamento desde agosto. As empresas farmacêuticas tiveram um impulso após o Morgan Stanley elevar sua projeção para Astrazeneca, Roche, Glaxosmithkline e Novartis, entre outros. Todos esses papeis são negociados em território positivo.

A montadora alemã Volkswagen cai mais de 2,5% após a Standard & Poors reduzir sua recomendação de “A-” para “BBB +”. A notícia puxou a Porsche, que é de propriedade da Volkswagen, para baixo, assim como outros nomes, incluindo Renault. As ações da fabricante de caminhões Volvo também caem depois de ter anunciado planos para demitir 734 trabalhadores nos EUA devido à demanda mais lenta.

Em Londres, as mineradoras Anglo American cai 3,16%, Glencore cai 0,84%, Rio Tinto perde 0,09%, enquanto BHP Billiton avança ligeiros 0,07%,depois de ser espancado recentemente.

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
11h10 – Discurso do Presidente do Fed de Atlanta, Dennis Lockhart;
11h15 – ADP Non-Farm Employment Change (número de postos de trabalho no setor privado dos EUA);
11h30 – Discurso da Presidente do FED Janet Yellen;
11h30 – Revised Nonfarm Productivity (mede a produtividade da mão-de-obra da economia norte-americana, excluída a agropecuária)
11h30 – Revised Unit Labor Costs (mede o custo em dólar que as empresas pagam aos empregados)
13h30 – Crude Oil Inventories (Relatório de Estoques de Petróleo dos Estados Unidos)
15h25 – Discurso da Presidente do FED Janet Yellen;
17h00 – Beige Book (Livro Bege do Federal Reserve – relatório sobre o desempenho atual da economia do país);

CHINA:
23h45 – Caixin Services PMI (nível da atividade de serviços da China – versão Caixin/Markit);

ÍNDICES MUNDIAIS – 7h30

ÁSIA
Nikkei: -0,37%
Austrália: -0,15%
Shanghai: +2,33%
Hong Kong: +0,49%

EUROPA
Frankfurt – Dax: +0,03%
London – FTSE: +0,25%
Paris CAC: +0,01%
IBEX 35: +0,36%
FTSE MIB: +0,29%

COMMODITIES
BRENT: -0,75%
WTI: -0,56%
OURO: +0,33%
COBRE: -0,58%
SOJA: +0,20%
Algodão -0,13%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,11%
SP500: +0,07%
NASDAQ: +0,12%

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório.

Via: Haramoto