ÁSIA: Dados divulgados pelo  Escritório Nacional de Estatísticas da China, mostraram que o PIB do terceiro cresceu 6,7% em termos homólogos e 1,8% no trimestre, em linha com as expectativas dos analistas e de acordo com a meta de crescimento do governo de 6,5 a 7% em 2016. Entre outros dados divulgados nesta quarta-feira, os investimentos em ativos fixos da China aumentaram 8,2% no período de janeiro a setembro, as vendas no varejo subiram 10,7% em termos homólogos em setembro e a produção industrial em setembro cresceu 6,1% no ano, abaixo da expectativa dos mercados de um aumento de 6,4%.

Segundo analistas, os números mostraram que as medidas de controle do governo chinês estão ajudando a impulsionar os preços cobrados pelos fabricantes e em termos de poder de preço, os fabricantes chineses estão em uma posição melhor agora. Ações de mercados da China devolveram parte dos ganhos após os dados mostrarem que a economia do país manteve-se estável. O Shanghai Composite Index  subiu 0,03%, enquanto o índice Shenzhen Composite caiu 0,14%. Hang Seng Index de Hong Kong recuou 0,59% após ganhar 1,6% na terça-feira.

A queda da produção industrial provavelmente pesou sobre o dólar australiano que caiu para $ 0,7658 ante $ 0,7690 anterior à divulgação dos dados chineses. O dólar australiano tem uma relação estreita com a saúde da economia da China visto que ela é a maior parceira comercial da Austrália. O ASX 200 subiu 0,46%, para terminar em 5.435,40 pontos.

As ações da produtora australiana BHP Billiton fechou em baixa de 0,75% depois que a empresa anunciou antes da abertura dos mercados que sua produção de minério de ferro no terceiro trimestre de 2016 foi de 58 milhões de toneladas, ante os 61 milhões de toneladas produzidas no mesmo período do ano anterior; A meta em 2017 permaneceu entre 265 milhões e 275 milhões de toneladas. Analistas disseram que os números ficaram aquém das expectativas. As ações da produtora de carvão Whitehaven  saltaram 6,73%, após divulgar seus números de produção para o trimestre de setembro no início da semana, dizendo que as vendas de carvão estavam em 5,03 milhões de toneladas, 12% mais elevados do que o período do ano anterior, mas o Credit Suisse rebaixou o stock de neutro para “Underperform” de “Neutral” nesta quarta-feira, dizendo que, após a forte recuperação do preço das ações, era hora de “realizar lucros” na bolsa e que o carvão metalúrgico atingiu o pico no quarto trimestre de 2016.

No Japão, o Nikkei acabou em alta de 0,21%, enquanto do outro lado do estreito da Coreia, o Kospi subiu 0,02%, para 2.040,94.

EUROPA:  As bolsas europeias operam entre altas e baixas nesta manhã de quarta-feira, na sequência de uma série de dados chineses e analistas avaliando balanços corporativos acima da previsão, estimulando o avanço do 500 S & P na terça-feira.  O Stoxx Europe 600 mergulha 0,2% no início do pregão.

Os investidores seguem cautelosos, aguardando a reunião do Banco Central Europeu na quinta-feira. Os analistas estão de olho se o BCE vai continuar a comprar os € 80 mil milhões mensais em títulos de governo, principalmente depois de março de 2017, embora espera-se que o BCE deixe suas políticas inalteradas pela quinta reunião consecutiva.

No Reino Unido, o FTSE 100 cai, após atualização de seu mercado de trabalho. O índice subiu 0,8% na terça-feira, seu melhor ganho em duas semanas. A taxa de desemprego em agosto ficou em 4,9%, enquanto os salários, incluindo bônus subiram 2,3%, em linha com as expectativas de mercado. Libra sobe para US $ 1,2311, após dados de emprego do Reino Unido

BHP Billiton cai 0,45% após postar queda na produção de alguns de seus produtos, incluindo o cobre, mas apontou um tom otimista sobre a recuperação nos mercados mundiais de commodities. Entre outras mineradoras, Anglo American sobe 2%, Antofagasta adiciona 0,1%, Glencore sobe 0,9% e Rio Tinto opera em alta de 0.1%.

Os investidores também esperam atentamente para o debate presidencial final dos EUA entre candidatos Hillary Clinton e Donald Trump na Universidade de Nevada, em Las Vegas, na noite desta quarta-feira, antes da eleição de 8 de novembro.

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
10h30 – Housing Starts (índice mensal de construção de novas casas nos Estados Unidos) e Building Permits (índice mensal de permissão para novas construções nos Estados Unidos);
12h30 – Crude Oil Inventories (Relatório de Estoques de Petróleo dos Estados
16h00 – Beige Book (Livro Bege do Federal Reserve – relatório sobre o desempenho atual da economia do país);

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow:  -0,01%
SP500:  -0,06%
NASDAQ:  -0,16%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

via HARAMOTO

RESENHA DA BOLSA – QUARTA-FEIRA 19/10/2016