logobmfbovespa_pt_retinaÁSIA: A maioria das bolsas da Ásia fechou em território positivo quarta-feira, seguindo os ganhos recordes nos EUA, impulsionadas pela contínua exuberância pós-eleitoral. O Dow Jones Industrial Average fechou acima de 19.000 pela primeira vez na terça-feira, terminando o dia em 19,023.87 pontos. Os investidores da Ásia reagiram mal inicialmente em relação as perspectivas negativas com acordos de livre comércio especialmente na Ásia do governo de Donald Trump, mas prevaleceu a visão de que seus planos de estímulos agressivos sobrepõe as expectativas dos negativos. Trump prometeu aumentar os gastos em infraestrutura, o que permitiria elevar os preços globais do aço, cimento e cobre.

Os preços de cobre, níquel e zinco foram negociados em alta na London Metal Exchange, de acordo com dados da FactSet, provavelmente seguindo a esteira da alta da atividade de construção civil de outubro atingir uma nova alta nos EUA, enquanto as vendas de imóveis usados em outubro aumentaram no ritmo mais forte desde fevereiro de 2007. Stocks de aço chineses subiram nesta quarta-feira. Os futuros de minério de ferro avançaram 8,5% na quarta-feira na Dalian Commodity Exchange. Segundo analistas, a produção de aço na China manteve-se elevado e ainda não há nenhum impacto da redução da produção, ajudando pela demanda por minério de ferro e carvão.

Os stocks australiano lideraram os ganhos, provavelmente impulsionada pela alta dos preços das commodities. O valor de referência ASX 200 avançou 1,31%, com a maioria dos setores de acabamento em alta. O setor financeiro fortemente ponderado subiu 1,10%, enquanto os setores de energia e materiais avançaram 1,25 e 1,98%, respectivamente. Segundo analistas, existe um consenso de que os preços das commodities manterão níveis mais elevados com base na demanda continua da China e na melhora da demanda dos Estados Unidos. As ações da Rio Tinto fecharam em alta de 2,52%, Fortescue subiu 2,94% e BHP Billiton adicionou 2,65%. O dólar australiano saltou para US $ 0,7425, avançando sobre aos níveis próximos de US $ 0,7320 no início da semana.

Entre outros mercados, Kospi da Coreia do Sul avançou 0,23%, Hang Seng Index de Hong Kong recuou 0,01%, o Shanghai Composite da China caiu 0,22%, enquanto  Taiex de Taiwan avançou 0,49%. Mercados japoneses estavam fechados por conta de um feriado público.

Os comerciantes estão aguardando a decisão da taxa de juros do banco central da Malásia. O Bank Negara Malaysia deve manter a sua taxa de juros em 3% com o recente enfraquecimento do ringgit.

No mercado de câmbio, o dólar foi negociado a 100.99 contra uma cesta de moedas, próximos aos níveis da terça-feira na Ásia. O iene foi negociado a 110,94 em relação ao dólar, ante níveis de 110 da semana anterior. As moedas asiáticas de uma maneira geral continuaram a deslizar, indicando que os fundos estrangeiros estão tirando dinheiro da região. O dólar ganhou 0,5% contra o ringgit da Malásia e o peso filipino flertou uma baixa de oito anos contra o dólar dos EUA.

Os preços do petróleo recuaram durante o horário da Ásia, na sequência de um salto de mais de 4% na segunda-feira nas expectativas de que os maiores produtores de petróleo do mundo concordarão em cortar suas produções quando se reunirem na próxima semana. Analistas dizem que o mercado não estava disposto a empurrar os preços do petróleo para US $ 50 por barril antes do feriado de Ação de Graças nos EUA, além de que espera-se a situação dos estoques da EIA dos EUA que será divulgado no final do dia.

EUROPA: O otimismo tem prevalecido na abertura das bolsas europeias no início desta quarta-feira, impulsionado pelo rali em Wall Street que viu o Dow Jones acima de 19.000 pontos pela primeira vez. O Stoxx 600 é negociado 0,1% maior após a leitura do índice PMI de novembro da zona do euro ficar em 54,1, a maior desde dezembro de 2015 e acima dos 53,3 em outubro, de acordo com os dados da Markit. Stocks de recursos básicos lideram entre os melhores desempenhos, subindo cerca de 1,07% no início da negociação. Bancos, seguradoras e telecomunicações seguem em direção oposta. Bancos italianos registram perdas, com a aproximação do referendo italiano. As ações da Banca Pop Milano, UBI Banca e Banco Popolare  caem cerca de 3%.

No Reino Unido, o FTSE sobe mais uma vez em Londres, se dirigindo para o seu terceiro dia consecutivo de ganhos, com investidores à espera dos planos de gastos do governo britânico. O ministro do Tesouro do Reino Unido, Philip Hammond deve entregar sua “declaração de outono” para o parlamento ainda hoje. O ministro vai divulgar seus primeiros planos de impostos e gastos do governo para sair da União Europeia desde o Brexit do país em junho.

Hammond tem uma tarefa muito difícil pela frente, limitado por um cofre quase sem nenhum dinheiro para suportar qualquer tipo de estímulo e muito menos uma farra de gastos. A declaração será observado pelos investidores que buscam informações sobre os gastos com infraestrutura, medidas para ajudar os trabalhadores com baixos salários, iniciativas par construção da casa e investimento empresarial. Deve também abranger as previsões econômicas do governo e metas orçamentárias.

Todos os setores seguem em alta em Londres nesta quarta-feira, mas o benchmark britânico é liderado por ações de materiais básicos. Glencore sobe 2,28%, Rio Tinto adiciona 1,5% e BHP Billiton avança 2,62%, enquanto as ações da petrolífera BP avança 0,06%.

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
11h30 – Durable Goods Orders e Core Durable Goods Orders (números mensais de pedidos de bens duráveis para a indústria nos Estados Unidos, além de destacar o indicador se excluídos as encomendas no setor de transportes);
11h30 – Unemployment Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);
12h45 – Flash Manufacturing PMI (estimativa referente ao nível de atividade industrial nos Estados Unidos);
13h00 – New Home Sales (número de casas novas com compromisso de venda);
13h00 – Revised UoM Consumer Sentiment (mede a confiança dos consumidores na economia norte-americana);
13h00 – Michigan Inflation Expectations (mede a porcentagem que os consumidores esperam do preço dos bens e serviços nos próximos 12 meses);
13h30 – Crude Oil Inventories (Relatório de Estoques de Petróleo dos Estados);
17h00 – FOMC Meeting Minutes (Ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve);

ÍNDICES FUTUROS – 8h30:

Dow: +0,03%
SP500: +0,03%
NASDAQ: +0,07

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

via HARAMOTO

RESENHA DA BOLSA – QUARTA-FEIRA 23/11/2016