ÁSIA:  Os mercados asiáticos avançaram, acompanhando um  forte fechamento nos mercado de ações dos EUA, apoiados por dados econômicos americanos sólidos, favorecendo o enfraquecimento do iene. Na quarta-feira, o Institute for Supply Management divulgou seu índice PMI de serviços de setembro cuja leitura saltou para 57,1, atingindo uma alta de 11 meses, bem acima do consenso de 53 dos mercados. As empresas em toda a América adicionaram 154.000 trabalhadores no mercado de trabalho em setembro, enquanto economistas consultados pelo The Wall Street Journal esperavam um aumento de 173.000. Isso atenuou as expectativas de um aumento da taxa pelo Fed o final do ano. De acordo com a ferramenta FedWatch do CME Group, a probabilidade de um aumento da taxa em dezembro caiu para 59,8%, ante 63,4% no dia anterior. Como resultado o dólar se fortaleceu. Além disso, os preços do petróleo subiram após a Energy Information Administration (EIA) dos EUA dizer que estoques de petróleo bruto caíram 3 milhões de barris na semana passada, o quinto aumento semanal nos estoques de petróleo dos EUA.

Na Coreia do Sul, o Kospi fechou em alta de 0,6, mesmo depois que o tufão Chaba atingiu partes do sul do país na quarta-feira, matando pelo menos três pessoas e inundando o maior porto do país na cidade de Busan, instalações industriais e fábricas e cancelando dezenas de voos. As ações da Hyundai Motor recuaram 0,71%, após a Reuters informar que duas de suas fábricas tiveram suas operações suspensas por causa do tufão, mas o principal componente do índice, Samsung Eletronics, saltou 4,45% após a Reuters informar que o fundo de hedge Elliot Management publicou uma carta convocando a administração da empresa sul-coreana a fazer várias alterações de governança corporativa, incluindo a divisão da empresa e aumentando seu dividendo. A Samsung Electronics disse em um comunicado que iria considerar cuidadosamente as propostas apresentadas pela administração da Elliot e que “acredita num diálogo construtivo e aberto”, informou a Reuters. O braço de construção da Samsung, a Samsung C & T , também teve um impulso com a notícia e saltou 7,89%.

Referência do Japão, o Nikkei  fechou em alta de 0,47%, com o iene continuando a se enfraquecer em relação ao dólar. O par dólar-iene foi negociado a 103,61, em comparação com os níveis de cerca de 101 ienes na semana passada. Os exportadores locais avançaram com o iene mais fraco, enquanto os bancos japoneses também melhoraram seus desempenhos após diminuição do receio sobre a saúde do Deutsche Bank.

Na Austrália, o ASX 200 terminou 0,55% maior, com o sub índice de energia ganhando 1,97% e o sub índice financeiro fortemente ponderado subindo 0,7%. A Austrália registrou um déficit comercial ajustado sazonalmente menor do que o esperado de A $ 2,01 bilhões em agosto, de acordo com o Australian Bureau of Statistics. O valor das importações e exportações em agosto ficaram quase que inalterada face ao mês anterior. Entre as empresas australianas, BHP Billiton subiu 1,1%, Fortescue recuperou 2,1% e Rio Tinto avançou 0,6%.

De Hong Kong, o Hang Seng subiu 0,69%, enquanto os mercados da China continental permanecem fechado para os feriados do Golden Week e voltam a operar na segunda-feira.

EUROPA:  As bolsas europeias operam em queda na manhã desta quinta-feira, apesar de uma sessão animada na Ásia e EUA, com os preços do petróleo recuando após altas nos dias anteriores.

O Stoxx Europe 600 cai 0,22%, na sequência da queda de 0,6% na quarta-feira, a primeira perda em sete sessões, na sequência de um relatório da Bloomberg dizendo que o Banco Central Europeu estava considerando encerrar gradualmente as compras de títulos mensais antes de março. Alguns dados econômicos positivos foram divulgados nesta quinta-feira, como os pedidos às fabricas alemãs de agosto que subiram 1%, acima do esperado.

As ações de bancos europeus seguem em forte alta após o Citi classificar o setor como “overweight”. Citi recomendou compras de ações do BBVA, Standard Chartered, BNP Paribas e Intesa Sanpaolo. Entre outras notícias do setor, o gestor de ativos Amundi está disposta a oferecer cerca de 4 bilhões de euros (4,47 bilhões de dólares) pelo braço de gestão de fundos Pionner da UniCredit de acordo com um relatório do Il Messaggero, enviando as ações do credor para território positivo, enquanto as ações do conturbado banco italiano Banca dei Monte Paschi di Siena segue em território negativo, atingindo um novo recorde de baixa.

No Reino Unido, o FTSE 100 recua, com ações de commodities e tecnologia sob pressão.  O índice caiu 0,6% na quarta-feira, atingido por preocupação de que o Banco Central Europeu pode considerar a finalização de seu programa de flexibilização monetária mais cedo do que o planejado. Os investidores que venderam títulos ao BCE tem usado os recursos para comprar ativos no Reino Unido. Destaque negativo para as ações da EasyJet que despencam 5,88% após a companhia aérea prever um recuo de 29% em seu lucro no ano de 2016, citando uma desaceleração nas reservas após ataques terroristas e queda da libra após o Brexit. Entre as empresas mineradoras listadas na LSE, Anglo American cai 0,2%, Antofagasta recua 0,6%, BHP Billiton cai 0,2%, Rio Tinto opera em queda de 0,9%, enquanto Glencore avança sozinha 0,4%.

Espera-se a divulgação da minuta da reunião do BCE de setembro. O Presidente do BCE, Mario Draghi, disse no mês passado que o banco central irá rever as compra de títulos para se certificar de que há dívida suficiente para comprar. Ontem, o BCE negou informações da Bloomberg. O BCE lançou o seu programa de compra de títulos no ano passado em um esforço para impulsionar a inflação e dinamizar a atividade econômica na zona euro.

EUA: Os índices futuros de ações apontam para uma abertura com ligeira queda em Wall Street, com investidores cautelosos antes dos dados laborais que será divulgado na sexta-feira, o que deve adicionar peso na decisão do Fed de subir as taxas de juro mais cedo ou mais tarde. Na agenda de hoje está prevista um relatório sobre as reivindicações de seguro desemprego semanal. Economistas preveem 256.000 solicitações.

Após o fechamento dos mercados, os ministros das finanças e chefes dos bancos centrais que compõem o G-20 devem participar de um jantar de trabalho em Washington e devem falar sobre os principais riscos para a economia global. Os EUA precisam da ajuda de outros setores do governo para aumentar as taxas de juros, disse o vice-presidente do Federal Reserve Stanley Fischer na quarta-feira.

AGENDA ECONÔMICA:
EUA:
8h30 – Challenger Job Cuts (número de demissões corporativas);
9h30 – Housing Starts (índice mensal de construção de novas casas nos Estados Unidos) e Building Permits (índice mensal de permissão para novas construções nos Estados Unidos);

ÍNDICES FUTUROS – 7h20:
Dow:  -0,17%
SP500:  -0,21%
NASDAQ:  -0,18%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário da disponibilização dos dados.

via HARAMOTO

RESENHA DA BOLSA – QUINTA-FEIRA 06/10/2016