ÁSIA: Stocks da China caíram acentuadamente nesta quinta-feira em meio à preocupações com a saúde da economia chinesa, enquanto os líderes mundiais do G 20 se preparam para o encontro de amanhã e sábado em Xangai, com investidores preocupados com a possibilidade de que as principais economias poderiam sugerir movimentos políticos que tenham repercussões nos mercados.

O Shanghai Composite despencou 6,4%, em 2.741,25 pontos, o Shenzhen Composite recuou 7,34% e ChiNext, uma espécie de Nasdaq da China caiu 7,5%. Em Hong Kong, o Hang Seng caiu 1,58%. A queda acentuada no continente ocorreu após o Shanghai Composite subir no final da sessão de quarta-feira e com investidores aguardando Pequim liberar programas pilotos destinados à melhorar o desempenho das empresas estatais.

O yuan chinês tem se enfraquecido ligeiramente contra o dólar americano nas últimas três sessões. Na quinta-feira, o banco central fixou o yuan em 6.5318 yuan para um dólar, em comparação com 6,5302 de quarta-feira. Apesar do esforço de estabilização do crescimento econômico, acredita-se que a depreciação persistente do renminbi piora estrutura econômica e vai pesar sobre o mercado de ações no curto prazo, com aumento dos preços dos imóveis e aumento da alavancagem.

Um total de 960 bilhões de yuans em recompra reversa, uma espécie de empréstimo a curto prazo aos bancos comerciais devem ser divulgados nesta semana, apertando liquidez do mercado. O Banco Popular da China retirou 455,5 bilhões de yuans de empréstimos de curto prazo do sistema financeiro na semana passada, o nível semanal mais alto em três anos.

Em sentido contrário, o Nikkei do Japão subiu 1,41%, em 16,140.34 pontos, desfrutando um pouco da recuperação induzida pelo petróleo durante o pregão americano e enfraquecimento do iene.  Analistas especulam que haverá mais estímulo fiscal e monetário se o Nikkei cai abaixo dos 16000 pontos. O governo pode adiar o possível aumento do imposto sobre vendas ou pode implementar mais flexibilização monetária pelo Banco do Japão.

O Presidente do Banco do Japão Haruhiko Kuroda disse durante a sessão do Parlamento que a decisão do banco central de adotar taxas de juros negativas deve obter os efeitos pretendidos. A Reuters informou que Kuroda disse que os efeitos positivos impactarão nas despesas de capital e investimento em habitação. O governo manteve inalterada a sua posição sobre várias áreas da economia, embora, reconheça a fraqueza em algumas áreas como as exportações e reduziu sua avaliação semestral sobre as economias com o exterior pela primeira vez, citando a fraqueza nos EUA e Europa, entre outras. Para manter a economia doméstica no caminho de uma recuperação, o governo disse que iria rapidamente implementar um orçamento extra para o ano fiscal que termina em março e trabalhar para aprovar o orçamento para o próximo ano fiscal em breve.

O iene, que subiu em relação ao dólar nas últimas sessões, recuou ligeiramente e foi negociado em 112,16. Um iene mais forte é negativo para os exportadores do Japão, uma vez que reduz os lucros no exterior quando convertidos em moeda local. Exportadores fecharam sem direção, com Toyota caindo 0,72%, enquanto Canon ganhou 0,37%.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 fechou em alta de 0,13%, em 4,881.17 pontos, após uma sessão volátil, na sequência de duas sessões consecutivas de quedas. Três dos quatro maiores bancos reverteram as quedas e fecharam em alta, enquanto as mineradoras permaneceram sob pressão. Rio Tinto recuou 1,7% para US $ 41,32, depois de ter sua nota de crédito rebaixada pela Moody´s devido preocupações com as perspectivas para os metais. A perspectiva para nova classificação da empresa é negativa mas escapou de ter o seu status classificado como lixo e pesou sobre outras mineradoras. BHP Billiton caiu 1,1%, após fechar ontem com queda de 8,2%, a pior queda diária desde 2008. South32 subiu 3,5%, para US $ 1,17 depois de anunciar que mais de 700 trabalhadores australianos serão cortados.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em alta e seguem a caminho do primeiro ganho em três sessões, impulsionado por um fechamento positivo em Wall Street na sequência da estabilização dos preços do petróleo durante o pregão americano, com a forte demanda da gasolina compensando um novo recorde de petróleo bruto, informou a Reuters.

Empréstimos à empresas na zona do euro em janeiro, aumentou 0,6% em relação ao ano passado após um crescimento de apenas 0,1% em dezembro. Empréstimos às famílias aumentaram 1,4%, idêntico à dezembro. A oferta de moeda M3 aumentou 5,0% no ano, contra previsão de 4,6% dos economistas em uma pesquisa Wall Street Journal. após um crescimento de 4,7% em dezembro.

O índice pan europeu Stoxx 600 sobe 1,4%, com a maioria das ações de petróleo e gás conseguindo postar ganhos, apesar os preços do petróleo estar recuando na abertura do pregão europeu. No topo da Stoxx 600, Technip dispara 12,68% após o provedor de serviços petrolíferos francês anunciar que o lucro saltou 27% no quarto trimestre mas alertou que a receita poderá cair em 2016 com os preços do petróleo deslizando.

Entre outras notícias corporativas, Anheuser Busch InBev cai 1,3% após a maior cervejaria do mundo anunciar nova proposta de dividendos e previsões desafiadores no Brasil e na China após lucros do quarto trimestre ficou abaixo das expectativas. A maior operadora de telecomunicações da Alemanha Deutsche Telekom sobe 0,7% após bater as expectativas de seus resultados do quarto trimestre, com lucros crescendo em seu mercado doméstico, bem como em suas operações nos Estados Unidos, informou a Reuters.

No Reino Unido, o FTSE 100 salta, depois de dois dias de perdas para as blue chips. Apenas cinco ações no FTSE 100 se movendo para baixo. British American Tobacco cai 0,72% após relatar um forte crescimento no lucro, ajudado por um aumento na receita financeira.

O setor financeiro é alimentado por um rali de 9,6% da Lloyds Banking Group depois que o banco disse que vai pagar um dividendo especial aos investidores, apesar de uma queda acentuada no lucro líquido no ano  para 466 milhões de libras ($ 649,000,000). No mesmo setor, RSA Insurance Group dispara 11,00%  após a seguradora registrar um aumento de 43% no lucro operacional 2015 e aumentou a sua meta de redução de custos.

Enquanto isso, BT sobe 2,74%  após o regulador de comunicações do Reino Unido disse que a gigante de telecomunicações deve abrir a sua rede de banda larga Openreach aos concorrentes. No entanto, o regulador não obrigou BT a dividir de seus negócios de infra-estrutura.

Entre as mineradoras, Rio Tinto cai 2,51% após rebaixamento de seu rating pela Moody´s, mas outros pares do setor disparam. Anglo American, BHP Billiton, Glencore sobem 7,25, 2,24 e 5,93%, respectivamente.

Em outras notícias, os técnicos do Fundo Monetário Internacional disseram em um relatório na quarta-feira, que o Grupo dos 20 países (G20) devem planejar um programa de estímulo coordenado para controlar a desaceleração da economia global e os analistas do Citigroup disseram em uma nota que o risco da economia mundial entrar em recessão está aumentando com a permanência dos fundamentos continuarem fracos.

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
10h30 – Durable Goods Orders e Core Durable Goods Orders (números mensais de pedidos de bens duráveis para a indústria nos Estados Unidos, além de destacar o indicador se excluídos as encomendas no setor de transportes);
10h30 – Unemployment Claims (número de pedidos de auxílio-desemprego);

ÍNDICES MUNDIAIS – 7h10:

ÁSIA
Nikkei: +1,41%
Austrália: +0,13%
Shanghai: -6,40%
Hong Kong: -1,58%

EUROPA
Frankfurt – Dax: +0,86%
London – FTSE: +2,03%
Paris CAC: +1,65%
IBEX 35: +2,04%
FTSE MIB: +1,83%

COMMODITIES
BRENT: -1,06%
WTI: -0,99%
OURO: -0,16%
COBRE: +0,12%
SOJA: +0,20%
ALGODÃO +0,91%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: -0,06%
SP500: -0,09%
NASDAQ: -0,14%

ATENÇÃO: A mineradora Vale fechou 2015 com prejuízo líquido de 44,213 bilhões de reais, ante um lucro de 954 milhões em 2014. A Vale teve prejuízo líquidos de 8,569 bilhões de dólares no quarto trimestre, ante uma expectativa de prejuízo de 56 milhões de dólares, segundo uma pesquisa da Reuters.

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário da disponibilização dos dados.

Via HARAMOTO