bmf-resenha
ÁSIA: As bolsas da Ásia fecharam em queda nesta segunda feira, enquanto investidores avaliavam as implicações da renúncia do primeiro-ministro italiano Matteo Renzi após sofrer uma derrota humilhante no referendo sobre reformas constitucionais de domingo, que poderá prejudicar o sistema bancário do país e estimular um contágio global, enquanto o euro caiu para uma baixa de 20 meses.

O índice referencial australiano S & P / ASX 200 deslizou 0,80%, pesada pela queda dos quatro grandes bancos, enquanto ganhos de concessionárias e mineradoras impediram perdas mais acentuadas.  Futuro do minério de ferro subiu 4,5%, ajudando tanto BHP Billiton, quanto Rio Tinto e Fortescue Metals a subirem 0,8, 1,1 e 1,8%, respectivamente.O dólar australiano saltou 0,4% contra a moeda da Nova Zelândia, depois que o primeiro-ministro John Key surpreendeu os investidores ao anunciar sua aposentadoria e que não buscaria um quarto mandato.

As bolsas chinesas recuaram, com muitos investidores esperando o lançamento do tão aguardado o programa Shenzhen-Hong Kong Stock Connect, que deu a partir de hoje aos investidores do continente, acesso às ações de Hong Kong e permitir que os investidores internacionais negociem ações em Shenzhen. O Shenzhen Composite caiu 0,55%, com ações de tecnologia contrariando a tendência e fechar em alta. Dongxu OptoelectronicTechnology subiu 4,08%, enquanto o Shenzhen O-film Technology avançou 4,71%.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,50%, enquanto o Shanghai Composite recuou 1,15%, após Donald Trump twittar que o presidente de Taiwan Tsai Ing-wen havia feito uma ligação telefônica. A conversa foi vista como uma mudança na política externa dos EUA em relação à China, uma vez que Taiwan é considerada uma província separatista. Ainda no domingo, Trump atacou novamente a China, acusando Pequim de manipular sua moeda de forma injusta, tributando produtos americanos e militarizar o Mar do Sul da China. Em Xangai, os investidores compraram stocks de defesa, impulsionado por especulações de que Trump, junto com o líder de Taiwan iriam aumentar a tensão militar entre Pequim e Taiwan. O índice de referência Taiex de Taiwan abriu em alta, contrariando a tendência regional, mas não conseguiu se manter e caiu 0,21%.

No Japão, o Nikkei caiu 0,89%, pesada por ações do setor bancário. Mitsubishi UFJ Financial Group caiu 2,4%, T & D Holdings recuou 2,2% e Sumitomo Mitsui Financial perdeu 1,78%.

O índice do dólar, que mede o dólar contra uma cesta de seis moedas importantes foi negociado 0,61% maior, para 101,38. A moeda comum caiu em relação ao dólar para 1,056 e tocou uma baixa de dois anos, a US $ 1,0505 na parte da manhã. Contra o iene, euro foi buscar 119,9, em comparação com 120,8 da semana passada.

Ainda sob o pregão asiático, o petróleo recuou após os futuros do petróleo nos EUA subirem 12% na semana que terminou em 02 de dezembro, o maior ganho semanal desde 2011, enquanto os futuros do Brent avançou 15% na semana passada, seu maior ganho desde 2009.

EUROPA: Os mercados da Europa abriram com perdas, após o anúncio de intenção de renúncia do primeiro-ministro italiano Matteo Renzi na sequência da derrota no referendo de domingo. O pan europeu Stoxx 600 sobe 1,2% depois de abrir no vermelho. Os bancos caíam mais de 1,2% na abertura mas recuperam, no entanto os bancos italianos continuam a figurar entre as maiores perdas.

Quase 60% dos eleitores italianos rejeitaram a proposta do governo sobre a reforma constitucional. Renzi havia dito que iria se demitir caso a reforma não fosse aprovada pelos eleitores. Os investidores estão preocupados com a possibilidade de novas eleições na terceira maior economia do euro e com o impacto que a instabilidade política em curso terá sobre o frágil sistema bancário. Os conselheiros do conturbado banco italiano Monte dei Paschi di Siena estão reunidos nesta segunda-feira para discutir um plano de recapitalização de 5 bilhões de euros (US $ 5,29 bilhões), informou o Financial Times. Unicredit está tentando vender a Pionner, seu gestor de ativos, para a Amundi por cerca de 3 bilhões de euros. O negócio ajudaria o banco italiano a aumentar seu capital. Apesar da notícia, as ações da Unicredit caem 2%.

O euro caiu para uma baixa de 20 meses durante o pregão asiático, mas que desde então as perdas tem sido dizimado. Os ministros de finanças europeus estão reunidos em Bruxelas nesta segunda-feira, mas o representante italiano Pier Carlo Padoan cancelou sua presença. Enquanto isso,  o primeiro-ministro francês Manuel Valls deve anunciar sua candidatura à presidência nesta segunda-feira, de acordo com a Reuters.

No Reino Unido, o FTSE 100 sobe nesta segunda-feira, com ações de bancos sacudindo as perdas iniciais. Investidores avaliam as consequências da renúncia do primeiro-ministro da Itália após a derrota do referendo no fim de semana. Setores bancários, de materiais básicos, indústrias e bens de consumo lideram os ganhos no benchmark, que abriu em queda de 0,4%. Barclays avança 2,35% e Lloyds Banking Group adiciona 1,3%, mas Standard Chartered ainda cai 0,25%. Royal Bank Of Scotland sobe 2,12%, depois que o banco essencialmente estatal concordou em pagar até 800 milhões de libras (US $ 1,02 bilhões) para liquidar três ações com acionistas.

Enquanto isso, a mineradora Antofagasta sobe 2,5%, seguindo a alta de quase 2% para os futuros do cobre. Outros pares do setor também operam em alta. Rio Tinto sobe 1,8%, BHP Billiton sobe 2,1% e Glencore avança 1,8%, mas a produtora de ouro Randgold Resources  despenca 3,52%, após o ouro recuar quase 1%.

Ainda hoje, o Supremo Tribunal vai ouvir o apelo do governo do Reino Unido contra uma decisão de novembro, sobre o acionamento do artigo 50. A vara judicial determinou que é necessário a aprovação parlamentar para o governo invocar o artigo, que marca o início formal das negociações para Reino Unido para deixar a União Europeia. A primeiro-ministro Theresa May disse quer acionar o artigo 50 para começar as negociações até o final de março.

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:

12h45 – Final Services PMI (número final da pesquisa referente ao nível de atividade no setor de serviços nos Estados Unidos);
13h00 – ISM Non-Manufacturing PMI (índice baseado em pesquisas com 400 empresas não industriais, em 60 setores em todo o país);
13h00 – Labor Market Conditions Index (compilação de vários dados de trabalho em uma única leitura, a fim de dar uma melhor visão do mercado);
 
ÍNDICES FUTUROS – 8h00:
Dow: +0,51%
SP500:  +0,50%
NASDAQ: +0,64%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

RESENHA DA BOLSA – SEGUNDA-FEIRA 05/12/2016