ÁSIA: A maioria das bolsas asiáticas fechou no vermelho na segunda-feira, com os investidores cautelosos após uma sessão encurtada e sem inspiração de Wall Street na sexta-feira com as comemorações do feriado de Ação de Graças.

O mercado acionário chinês teve o seu pior desempenho semanal desde agosto na semana passada, após investigações do China Securities Regulatory Commission sobre as corretoras para acabar com as vendas a descoberto e especulações.

O Shanghai Composite destoou de seus pares regionais e subiu 0,26% nesta segunda-feira. Corretoras seguiram negociando no vermelho enquanto bancos subiram, impulsionados pela notícia da provável inclusão do yuan na cesta de Direitos Especiais de Saque de moedas (SDR) do Fundo Monetário Internacional (FMI), fazendo do yuan uma moeda de reserva oficialmente reconhecido. Analistas esperam uma nova desvalorização do yuan.

Citic Securities caiu 3,91%, enquanto Founder Securities e China Merchants viram os seus ganhos iniciais serem aparadas e caíram 1,42 e 3,65%, respectivamente. Haitong Securities, que não foi negociado na sexta-feira, mergulhou 10%. Enquanto isso, os bancos chineses fecharam em território positivo, impulsionado  Bank of China, CCB e Bank of Commerce fecharam em alta entre 1,05 e 3,04%. ICBC e Agricultura Bank of China perdeu os ganhos iniciais e manteve-se inalterada.

Distante do continente, o índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,48%, enquanto Taiex de Taiwan recuou 0,93%.

No Japão, o Nikkei caiu 0,69%, a 19.744 pontos, apesar de dados oficiais divulgados na abertura mostrar um pequeno aumento na produção industrial e melhora nas vendas no varejo em outubro. Entre as blue chips japonesas , Sony, Canon e Mitsubishi Electric caíram enquanto Toyota subiu marginalmente. Toshiba subiu 2,84%, após a empresa dizer na semana passada que iria considerar a venda de participação em seu negócio de semicondutores para angariar fundos para se recuperar do escândalo contábil.

Na Austrália, o índice S & P / ASX 200 caiu 0,69%, pesada pela baixa dos preços do petróleo e de outras commodities. BHP Billiton caiu 3,6%, para $ 18,09 com notícias no fim de semana de que os governos federais e estaduais do Brasil pretendem processar a mineradora, junto com a brasileira Vale em 20 bilhões de reais ($ 5.240 milhões) em prejuízos referentes ao desastre na mina de minério de ferro da Samarco no início deste mês. A rival Rio Tinto caiu 0,7%, para $ 45,91, enquanto Fortescue Metals Group caiu 4,9% para US $ 1,96.

Os produtores de petróleo estavam de volta ao território negativo após uma nova queda nos preços do petróleo no mercado americano na sexta-feira. Ações de Santos e Oil Search caíram 2,73 e 1,6%, enquanto Woodside Petroleum fechou estável.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em baixa, mas tentam recuperar território. O Euro Stoxx 600 sobe 0,34%, o que marcaria o segundo mês consecutivo de ganhos para o índice pan europeu, depois do rali de 8% em outubro, quando os bancos centrais globais deram a entender a política monetária acomodaticia.

Nesse sentido, a reunião do BCE na quinta-feira desta semana continua a ser um evento chave para os mercados financeiros após o presidente do BCE, Mario Draghi, em uma coletiva de imprensa em outubro, enfatizar a disposição do banco central para fazer mais para estimular o crescimento e inflação. Os economistas esperam que o BCE amplie seu atual programa de flexibilização quantitativa, que está atualmente programado para terminar em setembro de 2016. Alguns economistas preveem mais um corte na taxa de depósito pelos bancos.

Varejistas da Alemanha tiveram um “início modesto” para a temporada de compras de Natal, na sequência dos atentados terroristas de Paris no início deste mês. Analistas preveem um aumento nominal de 2% nas vendas em novembro e dezembro frente ao mesmo período do ano passado. Esta avaliação sóbria vem depois que o grupo GfK de pesquisa de mercado disse na sexta-feira que os alemães vão gastar menos com presentes de Natal, mas doar mais para ajudar as autoridades a lidar com a crescente crise de refugiados. O serviço de estatística da Alemanha disse que as vendas no varejo em outubro caiu 0,4% ante setembro pelo terceiro mês consecutivo de queda. Economistas do The Wall Street Journal previam um aumento mensal de 0,4%.  As vendas no varejo na maior economia da Europa subiu 2,1% ante outubro do ano passado, ajustados pela inflação. DAX 30 da Alemanha avança.

Começou hoje a 21ª Conferência do Clima da ONU, a COP21, que dentro de duas semanas deve culminar na assinatura de um novo acordo para redução da emissão de gases do efeito estufa que impeça um acréscimo superior a 2 graus Celsius na temperatura média de superfície, em relação aos níveis pré-Revolução Industrial. Com presença confirmada de 147 chefes de estado e de governo, o encontro deve ser o maior evento já realizado pelas Nações Unidas fora de sua sede em Nova York. CAC 40 da França também opera em território positivo.

O FTSE 100 do Reino Unido destoa de seus pares regionais e sofre por conta do revés das mineradoras após novo recuo nos preços dos metais. O minério de ferro caiu para US $ 40 a tonelada em Cingapura durante a noite, de acordo com relatórios. Anglo American cai 2.04%, BHP Billiton despenca 4.84% e Rio Tinto perde 1,32%.

BHP disse que ainda não foi formalmente notificado de uma ação civil pelo governo brasileiro, junto com a Vale e a joint venture Samarco.

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
12h45 – Chicago PMI de fevereiro (mede o nível de atividade industrial na região);
11h00 – Pending Home Sales (mostra contratos assinados de venda de imóveis usados nos Estados Unidos, porém ainda sem conclusão do negócio);

CHINA:
23h00 – Manufacturing PMI (versão oficial do nível de atividade industrial da China);
23h00 – Non-Manufacturing PMI (nível da atividade de serviços da China);
23h45 – Caixin Manufacturing PMI (nível da atividade industrial da China – versão Caixin/Markit);
23h45 – Caixin Services PMI (nível da atividade de serviços da China – versão Caixin/Markit);

ÍNDICES MUNDIAIS – 7h30

ÁSIA
Nikkei: -0,69%
Austrália: -0,69%
Shanghai: +0,26%
Hong Kong: -0,48%

EUROPA
Frankfurt – Dax: +0,71%
London – FTSE: -0,24%
Paris CAC: +0,41%
IBEX 35: +0,81%
FTSE MIB: +0,59%

COMMODITIES
BRENT: -0,36%
WTI: -0,41%
OURO: -0,19%
COBRE: +0,19%
SOJA: +0,03%
Algodão -0,30%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,11%
SP500: +0,06%
NASDAQ: +0,19%

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório.

via: Haramoto