ÁSIA: Os mercados asiáticos fecharam em território positivo, com investidores digerindo o Purchasing Managers Index (PMI) da China, ao mesmo tempo focados em dois dados cruciais nesta semana, antes da reunião do FOMC em meados de dezembro. Na quinta-feira, o Banco Central Europeu (BCE) vai anunciar sua decisão de política monetária e em seguida, na sexta-feira os EUA divulgam dados laborais de novembro.

O Escritório Nacional de Estatísticas da China informou que o PMI de manufatura, uma medida da atividades no setor das fábricas, diminuiu ligeiramente, de 49,8 em outubro para 49,6 em novembro. O setor de serviços teve uma leitura de 53,6 em novembro, 0,5 ponto superior ao mês anterior. Os números do PMI patrocinado pela Caixin em novembro, liberado 45 minutos após os resultados oficiais foi ligeiramente melhor em 48,6, ante 48,3 em outubro. A pesquisa da Caixin acompanham as atividade industrial de empresas menores e médias, que não são abrangidos pelos dados oficiais. Uma leitura acima de 50 indica uma expansão da atividade.

O Shanghai Composite subiu 0,32% e o CSI 300 Index fechou 0,71% maior. Corretoras chinesas terminaram a sessão misturado com a continuidade da investigação do China Securities Regulatory Commission (CSRC) sobre vendas a descoberto e especulação com corretagem. Bancos também caíram enquanto o yuan fechou estável contra o dólar em 6,398. O Wall Street Journal informou que o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), o maior banco do país em ativos, levantou US $ 300 milhões de dólares vinculado pela oferta de sua sucursal de Sydney. As ações caíram 1,5%.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) admitiu oficialmente o yuan entre a cesta de Direitos Especiais de Saque (SDR) a partir de 1 de outubro de 2016, conferindo-lhe status de moeda de reserva juntamente com o dólar, euro, libra esterlina e iene. O yuan terá 10,92% da cesta. A diretora gerente do FMI, Christine Lagarde, disse que a decisão de incluir o yuan foi “um reconhecimento ao progresso que as autoridades chinesas tem feito nos últimos anos na reforma dos sistemas monetário e financeiro da China.

Os stocks de metais chineses diminuíram as perdas da sessão da manhã, após queda no PMI de manufatura da China e acabou negociado em alta.

O Nikkei do Japão ultrapassou a marca de 20 mil pela primeira vez desde agosto, com uma alta de 1,34%, em 20.012 pontos após a economia do Japão apresentar sinais de que estava à beira de um rebote. Dados do Ministério das Finanças mostrou que as empresas japonesas aumentaram seus gastos em equipamentos e fábricas em 11,2% entre julho e setembro. Em seguida, a Reuters informou que a receita fiscal anual do Japão deverá ultrapassar 56 trilhões de ienes (US $ 456 bilhões) no ano fiscal atual, batendo o nível mais alto em 24 anos.

Nissan caiu 1,94% depois de notícias que a empresa planeja aumentar a sua participação na Renault dos atuais 15% para pelo menos 25%. O maior acionista da Renault é o governo francês. Nissan disse em um comunicado que nenhuma decisão concreta sobre a mudança tinha sido feita na reunião do conselho de segunda-feira. Entre outras blue chips, Toyota, Sony, Canon e Mitsubishi Electric subiram entre 1 e 2,86%.

As ações australianas registraram uma forte recuperação, após novas baixas do minério de ferro, dados econômicos chineses decepcionantes e decisão do Banco da Reserva manter as suas taxas juros inalteradas em 2% em sua reunião na terça-feira. O banco central disse que a economia australiana estava se expandindo a um ritmo moderado, apesar da queda nos preços das commodities. O índice S & P / ASX 200 subiu 1,93%.

Bancos sobe com a expectativa do RBA aumentar concessões de empréstimos no futuro. As ações da ANZ, Commonwealth Bank of Australia, Westpac e NAB fecharam entre 1,5 e 2,3% superior. Odólar australiano foi negociado em alta em relação ao dólar dos EUA, buscando $ 0,7264, enquanto os produtores de petróleo fecharam sem direção. Woodside Petroleum ganhou mais de 2%.

As pequenas mineradoras Mount Gibson, BC Iron e Atlas Iron continuaram a cair após o minério de ferro recuar 3,4% para US $ 42.97 a tonelada, uma nova baixa em muitos anos. Entre as grandes mineradoras da Austrália, Rio Tinto, BHP Billiton e Fortescue, fecharam em território positivo. BHP Billiton subiu 3,59%, apesar do processo protocolado pelo governo do Brasil contra a BHP, a Vale e a joint venture Samarco, de 20,2 bilhões de reais ($ 5,2 bilhões) de perdas e danos, na sequência de uma falha na represa da Samarco no mês passado.

EUROPA: As bolsas europeias abriram em alta, impulsionadas pela negociação firme na Ásia, apesar da pesquisa de manufatura chinesa apontando para um arrefecimento do crescimento. Entre os dados regionais, o Euro sobe para $ 1,0615 após o PMI de manufatura da zona do euro em novembro manteve-se em 52,8 e o desemprego alemão caiu para 6,3% em novembro, um recorde de baixa.

O índice Stoxx 600 abriu 0,24% maior. O melhor desempenho no pan índice era Home Retail, com um aumento de 6,1% e o pior desempenho foi Linde com uma queda de 10,8% depois que a empresa alemã cortou sua meta de lucro em 2017. A japonesa Nissan e Renault solicitaram a continuidade de sua aliança em meio a especulações de que a montadora japonesa pode aumentar sua participação na Renault. Ações da Renault sobem 2,5% e a rival francesa PSA Peugeot Citroen também sobe após dados mostrarem que as vendas da montadora aumentou 11,3% em novembro.

No Reino Unido, o FTSE 100 sobe, puxada pela ascensão dos bancos após o Banco da Inglaterra divulgar o resultado do seu teste de estresse. Os resultados sugerem que o sistema bancário foi capitalizado para apoiar a economia em um cenário de estresse global que negativamente afeta o Reino Unido. O BoE também disse que iria diminuir a pressão sobre os bancos do Reino Unido a manter mais capital, um movimento que vem depois de anos de reformas no setor após a crise financeira global.

Royal Bank of Scotland Group e Standard Chartered falharam em algumas partes do teste, mas o BOE não chegou a exigir-lhes levantar mais capital. Standard Chartered já tem planos para levantar US $ 5,1 bilhões em patrimônio líquido. RBS sobe 2,84%, Standard Chartered avança 1,67%, Barclays sobe 2,87%, Lloyds Banking Group adiciona 2,30%, enquanto HSBC Holdings sobe 1,08%.

Entre as mineradoras, Anglo American sobe 1,37%, BHP Billiton avança 2,66% e Rio Tinto adiciona 1,27%.

Em outras notícias, as tensões entre Rússia e Turquia se deteriorou ainda mais na segunda-feira quando o presidente russo, Vladimir Putin, disse que a razão pela Turquia derrubar um avião de guerra da Rússia na semana passada foi que ela queria proteger o abastecimento de petróleo do Estado islâmico, informou a Reuters.

Líderes globais dos Estados continuam a reunião das Nações Unidas em Paris sobre as alterações climáticas. Há esperanças de que encontrem um acordo sobre a redução das emissões de gases de estufa após o fracasso de na última conferência em Copenhaguen, há seis anos. A conferência climática da ONU em Paris é a última chance da humanidade para evitar um desastre ambiental global, disse o Papa Francis na segunda-feira à Reuters, advertindo que o mundo estava “nos limites de suicídio.”

AGENDA DO INVESTIDOR:
EUA:
12h45 – Final Manufacturing PMI (número final da pesquisa referente ao nível de atividade industrial nos Estados Unidos);
13h00 – ISM Manufacturing PMI (mede o nível de atividade industrial no país);
13h00 – ISM Manufacturing Prices (expectativa dos negócios em relação à inflação futura, onde um número maior indica uma maior expectativa de inflação);
13h00 – Construction Spending (mede os gastos decorrentes da construção de imóveis);

ÍNDICES MUNDIAIS – 7h30

ÁSIA
Nikkei: +1,34%
Austrália: +1,93%
Shanghai: +0,32%
Hong Kong: +1,75%

EUROPA
Frankfurt – Dax: -0,09%
London – FTSE: +0,58%
Paris CAC: -0,25%
IBEX 35: +0,36%
FTSE MIB: +0,19%

COMMODITIES
BRENT: +0,75%
WTI: +0,86%
OURO: +0,58%
COBRE: +1,15%
SOJA: +0,40%
Algodão +0,54%

ÍNDICES FUTUROS
Dow: +0,36%
SP500: +0,34%
NASDAQ: +0,34%

Observação: Este material é um trabalho voluntário e gratuito, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. Atenção para o horário da disponibilização dos dados desse relatório.

Via: Haramoto